Análise semiótica de Ray Gun, um estudo de caso: por uma recolocação do problema da função de signo no design gráfico.

  • Tarcísio Cardoso
  • Lucia Santaella

Resumo

Este estudo visa analisar semioticamente um caso específico da revista Ray Gun, tendo em vista incidir no problema crucial ao design, a saber, o debate sobre o tra- dicional lema form follows function. Partindo do princípio de que existem, no de- sign gráfico de Ray Gun, funções outras, que não dizem respeito à tradicional fun- ção de uso proposta pelas normas clássicas da ergonomia visual em projetos edi- toriais (tais como legibilidade, alinhamento, clareza, redundância, offshow etc.), este estudo questiona como, então, as funções de signo se articulam, nesta peça, para a transmissão de mensagens, que tipos de mensagens veiculam e a que pú- blico se destinam? Acredita-se que estas questões possam contribuir para assina- lar uma renovação de postura para o debate acerca da noção de função em proje-tos do design gráfico pós-moderno. 

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
22-06-2016
Como Citar
Cardoso, T., & Santaella, L. (2016). Análise semiótica de Ray Gun, um estudo de caso: por uma recolocação do problema da função de signo no design gráfico. Revista Triades, 1(2). Recuperado de https://triades.emnuvens.com.br/triades/article/view/25
Seção
Artigos