Edições anteriores

  • 2021
    Tristeza. Hoje sepultamos um companheiro. Sentimos um nó amargo na garganta por termos de nos despedir tão cedo. A perda imprevisível e trágica do Sandro, nosso parceiro, amigo, professor, coeditor, deixa devastados todos nós do Grupo Triades do Departamento de Artes & Design da PUC-Rio. A morte, causada pela COVID-19, roubou-nos sua sempre querida presença nas reuniões e encontros em que compartilhamos momentos de certezas e dúvidas, imprudências e reflexões, alegrias e desânimos, vitórias e derrotas desde seu mestrado e doutorado. Conhecemos seus trabalhos de aluno dedicado, professor, de ativista contra o racismo, de cineasta batalhador. Vibramos com Nana e Nilo e agora Kekere. Todos choramos sua partida, sentimos desespero e raiva pela forma cruel e desumana que aconteceu. Sandro tinha um futuro promissor pela frente. Lamentamos sua morte. O que nos consola um pouco é que, mesmo neste curto tempo de vida, deixa um grande e inesquecível legado, que agradecemos de todo coração e que esperamos possa ter prosseguimento com seus alunos e seguidores. Desejamos que Deus conceda alívio e conforto a todos que sofremos com sua perda.

     

  • v. 9 n. 2 (2020)
    v. 2 n. 9 (2020)
  • Edição Especial III Encontro de Semiótica do Projeto
    v. 1 (2019)

    III Encontro de Semiótica de Semiótica do Projeto

    O III Encontro de Semiótica do Projeto, ocorreu nos dias 20 e 21 de setembro de 2018, no auditório Geraldo Pereira do Instituto de Artes e Design da Universidade Federal de Juiz de Fora (IAD/UFJF).

    O evento foi uma parceria entre o Programa de Pós-graduação em Ambiente Construído da Universidade Federal de Juiz de Fora e o Programa de Pós-graduação em Design da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. 

    O III Encontro de Semiótica do Projeto objetivou promover a reflexão e o estudo sobre o papel dos preceitos e pressupostos da Semiótica como construtora dos sistemas simbólicos nos contextos humanos, entendendo a Transversalidade como proposta metodológica de cooperação entre saberes. O conceito de transversalidade pode ser compreendido como a possibilidade de trânsito entre campos disciplinares distintos não apenas para aproximações eventuais mas, principalmente, para a produção de produtos, métodos e teorias a partir de reais interferências entre estas.